Mônaco Fórmula 2 – Após duas vitórias seguidas de De Vries, é Anthoine Hubert quem lidera no Sprint Race

por jornalista Bruna Pickler (crédito da foto de capa: Jerry Andre / LAT Images / FIA F2 Championship© – 24 de Maio de 2019 em Monte Carlo, Mônaco)

Sexta-feira, corrida destaque:

O “As” da ART GRAND PRIX, Nick De Vries incendeia o título da competição na Sexta-feira em Monte Carlo

Com exibição impecável, o holandês Nicky De Vries garante vitórias consecutivas na Fórmula 2 da FIA.

FIA Formula 2
Nyck De Vries (NLD, ART GRAND PRIX) na etapa Mônaco em Monte Carlo, em 24 de Maio de 2019, Mônaco (Foto por: Joe Portlock / LAT Images / FIA F2 Championship©)

Nyck conduziu Luca Ghiotto à linha de chegada, enquanto Nobuharu Matsushita da Carlin ficou em terceiro.

Callum Ilott fica sem sorte após a volta de formação: o britânico que estava começando por P2 sinalizou um problema no grid, que resultou em um início de corrida abortado. Mais tarde ele se retiraria dos boxes.

Sem Ilott, Mick Schumacher tem uma volta limpa ao apagar das luzes, mas uma largada ruim do alemão deixa a vantagem para Anthoine Hubert avançar.

Schumacher usa todo poder de seu PREMA com efeito e rapidamente ascende à quarta posição graças a um movimento ousado para cima de Hubert.

FIA Formula 2
Mick Schumacher (DEU, PREMA RACING) na etapa Mônaco em Monte Carlo, em 24 de Maio de 2019, Mônaco (Foto por: Andy Hone / LAT Images / FIA F2 Championship©)

Na estratégia principal o alemão estava entre os primeiros pilotos a alternar para os compostos soft e lideraria os carros na mesma estratégia.

Na frente, Ghiotto faz a volta mais rápida ao perseguir De Vries, mas sem muito efeito, no que o líder da corrida ainda abriu uma margem de 3 segundos para o italiano. Ghiotto teve que verificar seus retrovisores pois o brasileiro Sérgio Sette Câmara permanecia por perto.

FIA Formula 2
Mick Schumacher (DEU, PREMA RACING) no início da corrida na etapa Mônaco em Monte Carlo, em 24 de Maio de 2019, Mônaco (Foto por: Joe Portlock / LAT Images / FIA F2 Championship©)

A liderança de De Vries começa a parecer mais vantajosa devido aos problemas de seu rival: Nicholas Latifi tentou fazer uma manobra em Schumacher, mas com muita antecipação, um movimento muito apertado apenas resultou em uma asa dianteira batida.

FIA Formula 2
Louis Delétraz (CH, CARLIN) na etapa Mônaco em Monte Carlo, em 24 de Maio de 2019, Mônaco (Foto por: Andy Hone / LAT Images / FIA F2 Championship©)

Sem encontrar espaço, o canadense é forçado a entrar no Pit e se juntar novamente à 15ª colocação. Tentando ficar à frente do suíço Luis Delétraz que estava na mesma estratégia que ele, Mick estava desesperado para ultrapassar Tatiana Calderón.

O alemão tenta se espremer entre o colombiano e a barreira em La Rascasse mas não havia espaço e ele fecha o carro da BWT Arden.

 

Os carros foram de volta para os boxes antes do recomeço da corrida. De Vries construiu uma vantagem de 6 segundos sobre Ghiotto, mas isso foi destruído e ele precisaria fazer tudo de novo. Ambos mudaram para novos pneus macios no pitlane.

Latifi começou a fazer incursões em sua busca por pontos. No entanto, seu progresso foi de curta duração – sua manobra em cima de Sean Gelael para o P10 no La Rascasse foi muito antecipada e ele recolheu a retaguarda do PREMA que o mandou para a parede, permitindo que Hubert ultrapassasse os dois. O canadense recebeu uma penalidade de drive-through e Gelael foi forçado a uma mudança de front-wing.

Ghiotto foi o primeiro dos três primeiros a mergulhar nos boxes e voltou em terceiro lugar. De Vries e Sette Câmara foram para os boxes na volta seguinte. O holandês se juntou à frente de Ghiotto, enquanto o brasileiro estava na frente de Matsushita, o qual havia ido para os boxes uma volta antes. Com os pneus mais quentes, o japonês passou o carro da DAMS na curva 5, conquistando o terceiro lugar no caminho.

A apenas cinco voltas antes do fim, o drama voltou às ruas de Mônaco: Mahaveer Raghunathan pareceu pisar no freio atrasado e sacudiu a parte de trás de Jack Aitken, que desviou seu Campos para a barreira. Simultaneamente, Juan Manuel Correa perdeu o controle e bateu na parede da área da piscina. O Safety Car saiu agrupando os carros na frente.

FIA Formula 2
Juan Manuel Correa (EUA, SAUBER JUNIOR TEAM POR CHAROUZ) e Tatiana Calderón (COL, BWT ARDEN) na etapa Mônaco em Monte Carlo, em 24 de Maio de 2019, Mônaco (Foto por: Joe Portlock / LAT Images / FIA F2 Championship©)

No recomeço, faltando apenas uma volta, De Vries não teria sido negado o que parecia seu por direito: permaneceu calmo e em forma para ficar à frente da equipe e pegar a bandeira quadriculada primeiro. Ghiotto ficou em segundo lugar quando Matsushita voltou ao pódio com o terceiro lugar. Sette Câmara terminou em quarto, à frente de Dorian Boccolacci, Guanyu Zhou, Artem Markelov, Delétraz, Hubert e Ralph Boschung.

 

 

 


Mônaco, Sábado, “Sprint Race”:

 

Sprint Race nas ruas de Monte Carlo revela cores dos pilotos mais resilientes na Fórmula 2 até o momento

FIA Formula 2
Louis Delétraz (CH, CARLIN) em segundo lugar no pódio, Anthoine Hubert (FRA, BWT ARDEN) em primeiro lugar no pódio e Guanyu Zhou (CHN, UNI VIRTUOSI) em terceiro (Foto por: Joe Portlock)

Conhecido por ser um dos circuitos com menores chances de realização de ultrapassagem, estratégia e consistência são fatores chave para alcançar o pódio em Monte Carlo.

No Sábado, Anthoine Hubert tornou-se o primeiro novato a vencer com a melhor das margens de tempo no “sprint race”. O francês sobreviveu a um ataque tardio do segundo colocado Louis Delétraz, cuja asa da frente estava a apenas poucos centímetros do BWT Arden ao aparecer da bandeira quadriculada. O novato Guanyu Zhou terminou em terceiro para conquistar seu segundo pódio na Fórmula 2.

No início da corrida, Hubert, em um novo conjunto de pneus macios, fez uma boa largada roubando qualquer chance de liderança de Delétraz, Zhou abre pelo lado de fora de Artem Markelov na curva 1 para chegar à P3. Também com pneus mais novos, Ralph Boschung entra em P7 antes de Nyck De Vries e Sérgio Sette Câmara. O safety car fez uma breve parada na corrida depois que Luca Ghiotto fez contato com Tatiana Calderon na 5ª curva, o que efetivamente acabou com o dia do colombiano.

Sergio Sette Camara (BRA, DAMS)
Sérgio Sette Camara (BRA, DAMS) na etapa Mônaco em Monte Carlo, em 25 de Maio de 2019, Mônaco (Foto por: Joe Portlock / FIA F2©

Corrida recomeça, mas não por muito tempo: o fim de semana do italiano continua sem sorte, quando ele se envolve com Mahaveer Raghunathan no hairpin e termina com a corrida dele e do MP Motorsport. Os comissários foram rápidos em limpar tudo, mas Hubert foi ainda mais rápido – não só manteve a liderança no reinício, como também fez a volta mais rápida.

Apesar de seu ritmo à frente, o piloto de 22 anos não conseguiu se distanciar do restante dos quatro primeiros e apenas 2,5s separaram o quinteto, que estava em busca de sua primeira vitória na Fórmula 2.

A luta pelo título foi então sacudida: problemas mecânicos forçaram Boschung a se retirar da pista enquanto Matsushita caiu para 9º, o que elevou De Vries a P6 e lhe deu a liderança do campeonato.

FIA Formula 2
Nobuharu Matsushita (JPN, CARLIN) na etapa Mônaco em Monte Carlo, em 25 de Maio de 2019, Mônaco (Foto por: Joe Portlock / LAT Images / FIA F2 Championship)

Restam pouco mais de 10 voltas e tudo se agita na parte de trás da corrida: Sean Gelael não conseguiu desacelerar na Nouvelle Chicane e atira-se na retaguarda de Giuliano Alesi, o que acaba com a corrida do piloto da Trident.

Os quatro da frente se afastaram de Dorian Boccolacci em quinto, com uma diferença de 10s, mas na frente Hubert ainda não conseguiu abalar a implacável Carlin de Delétraz.

FIA Formula 2
Louis Delétraz (CH, CARLIN) na etapa Mônaco em Monte Carlo, em 25 de Maio de 2019, Mônaco (Foto por: Joe Portlock / LAT Images / FIA F2 Championship)

Apesar da presença contínua de Zhou atrás dele, seus olhos se recusaram a deixar a traseira do Renault Junior, porém, com pouca folga para ultrapassar.

O francês tinha sido firme em todas as corridas, mas uma oscilação momentânea na última volta ameaçou atrapalhar sua corrida e ele bateu na barreira. Delétraz estava se preparando para este erro, mas não conseguiu agir, e Hubert conseguiu equilibrar seu Arden e seguir para a bandeira quadriculada.

FIA Formula 2
A foto da chegada da 4ª sessão das corridas de fórmula 2 deste ano, mostra diferença mínima de tempo e estratégia entre os dois pilotos. Hubert (em 1º lugar) e Delétraz (2ª colocação) na etapa Mônaco em Monte Carlo, em 25 de Maio de 2019, Mônaco (Foto por: Joe Portlock)

Os flertes do Renault Junior com a parede pareceriam, para a maioria do público, com a última chance de Delétraz, mas… o suíço tinha outras ideias e tentou uma ousada investida ao final. Seu Carlin cortou pela parte de fora de Hubert na reta final e ele se inclinou para a esquerda, mas acabou a centímetros atrás quando cruzaram a linha.

Atrás deles, Zhou manteve o terceiro lugar na frente de Artem Markelov, Boccolacci, Sette Câmara, De Vries e Nikita Mazepin.

Guanyu Zhou (CHN, UNI VIRTUOSI)
Guanyu Zhou (CHN, UNI VIRTUOSI), na etapa Mônaco em Monte Carlo, em 25 de Maio de 2019, Mônaco  (Foto por: Joe Portlock)

Fora dos pontos, mas elegível para a volta mais rápida, Nicholas Latifi conseguiu mais velocidade com a sua DAMS para conquistar o tempo mais rápido ao final, permanecendo no topo do Campeonato de Pilotos, com 95 pontos, seguido por De Vries, com 94 pontos. Ghiotto está em terceiro com 67 pontos, à frente de Jack Aitken em 62 e Zhou em 54. Na classificação da equipe, DAMS lidera a tabela com 147 pontos, 26 pontos à frente da UNI-Virtuosi Racing. O ART Grand Prix está em terceiro lugar com 100 pontos, seguido de Campos Racing em 92 e Carlin em 60.

As corridas serão retomadas no Circuito Paul Ricard, na França, em pouco menos de um mês, quando Latifi e De Vries enfrentarão um ao outro novamente.

 

 

 

 

Advertisements
BrunaPickler

www.about.me/brunapickler

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.